Os blogs morreram?

Atualizado: 17 de nov. de 2021

Você sabia que o primeiro blog foi criado por um brasileiro? Pois é, somos pioneiros nesse assunto.


Claudio Pinhanez criou um site chamado “Open Diary” em 1994, ele falava sobre viagens, filmes e tudo que considerava relevante. E esse foi o primeiro blog da internet.


E desde então foram surgindo diversas versões parecidas. Inclusive, nos anos 2000 houve um “boom” nos blogs que se tornaram os diários de diversos adolescentes.


Mas não demorou muito para eles terem outros objetivos, as pessoas começaram a usá-los para divulgar sua rotina de trabalho e notícias sobre sua área de atuação.


E em paralelo com essa usabilidade mais profissional dos blogs, surgiram as blogueiras. As mulheres passaram a usar essa ferramenta como um portal para falar sobre diversos assuntos do mundo feminino e lifestyle.


Até aí já encontramos duas vertentes dos blogs, a profissional e a pessoal. E na época em que eles faziam sucesso o YouTube estava surgindo, assim como o Orkut e o Facebook.


E tão rápido quanto se popularizaram, os blogs deram lugar às redes sociais. Começou a era do Orkut, Facebook, YouTube, Instagram e outros. E de jeito nenhum isso significa que os blogs sumiram.


Muitas pessoas usavam os dois, pois as redes sociais ainda estavam no seu caminho de popularização. Então era feito o uso dos dois, tanto por empresas quanto por blogueiras.





Mas, os blogs morreram?

Uma rápida pesquisa no Google vai te confirmar que os blogs morreram. Mas morreram mesmo? Desde 2008 já existiam artigos dizendo que os blogs iriam chegar a um fim e eram mídias sem futuro.


Porém, estamos no ano de 2021, e ainda existem vários blogs. Este site em que você está lendo esse texto, também é um blog. Então como podemos dizer que eles morreram ou deixaram de existir?


A verdade é que não podemos, os blogs podem ter perdido popularidade, mas eles se reinventaram e tomaram outras posições no meio digital. E como havíamos citado ele era muito utilizado por empresas e blogueiras.

Grande parte das blogueiras pararam de usar os blogs, dando mais destaque ao Instagram e YouTube como canais principais. Porém, as empresas ainda fazem grande uso dos blogs.


Um site institucional junto de um blog da empresa são uma ótima estratégia de marketing que muitos utilizam hoje em dia.


Ainda vale a pena ter um blog?

Com certeza ainda vale a pena criar e alimentar os blogs. Mesmo hoje em dia, eles são usados nas estratégias de marketing como uma ferramenta de atração e engajamento.


E quando os blogs surgiram com a ideia de permitir que qualquer um produzisse conteúdo, ocorreu um “boom” das publicações. E por conta dessa popularização muitas empresas começaram a seguir essa tendência sem usar estratégias.


E essa prática fez com que não surgissem resultados, dando uma má fama aos blogs. Mas os resultados podem ser vistos pelas empresas que criam conteúdos de qualidade e ajudam o seu público.


Através dessa ferramenta é possível atrair visitantes pelo tráfego orgânico do Google, construir autoridade, credibilidade, alcançar objetivos e se tornar referência no assunto.


Não esperamos que acredite somente no que temos a dizer, então trouxemos dados para ilustrar as afirmações acima.


Segundo a Content Trends de 2017, o marketing de conteúdo garante 2,2 vezes mais visitas e 3,2 vezes mais leads para as empresas que passam a aplicá-lo.


Além disso, uma pesquisa realizada pelo SEO Trends em 2017, afirma que quem utiliza o marketing de conteúdo atinge um crescimento entre 41%, 90% e até superior a 100%. E isso com certeza é muita coisa.


Benefícios do blog

Agora que já desmistificamos essa história de que blogs não valem mais a pena e morreram, podemos listar todos os benefícios que ele traz para uma empresa.


Através dos blogs é possível engajar o público e criar uma conexão com eles, isso ocorre quando resolvemos algum problema deles e o público passa a simpatizar com a marca. Esse é o primeiro passo para uma relação de confiança.


E além dessa confiança, eles podem melhorar a autoridade da marca, com os conteúdos publicados é possível mostrar que a sua empresa entende do assunto e sabe o que está falando. E nesse quesito é importante trabalhar o marketing de conteúdo, pois a credibilidade e autoridade também depende do ranqueamento no Google.


Ele também facilita o processo de vendas, auxiliando na qualificação dos leads, que chegam ao funil de vendas um pouco mais informados e maduros. Essa qualificação acaba ajudando no fechamento das vendas no futuro.

Para começar um blog para sua empresa é preciso ter uma estratégia, não vai adiantar simplesmente criar conteúdos desenfreadamente sem direcionamento. Isso vai ser um gasto de tempo e energia.


Se você realmente quer resultados com os blogs, tenha uma estratégia, se planeje e aplique o que for necessário para um bom conteúdo e bom ranqueamento.