Como saber a diferença entre Agência de Marketing e Assessoria de Marketing?

Com certeza em algum momento as empresas buscam melhorar seu desempenho, sejam elas grandes, médias ou pequenas. Pensando nisso, elas buscam especialistas para que possam auxiliar com ações de marketing, e até mesmo para executar algumas delas. Nesse caso é muito importante que você busque aquela opção que é a melhor para o seu negócio, pois todos nós sabemos que existem milhares de empresas tentando "oferecer o seu produto", ou seja, tentando vender algo que não faz sentido para o cliente.


Por este motivo, vamos pontuar as principais diferenças entre Agência e Assessoria para que você consiga identificar e avaliar por qual caminho seguir.





Agências: É o modelo mais popular e tradicional. Sua principal receita é proveniente do agenciamento de mídia. No Brasil, inclusive, existe uma lei que obriga os anunciantes a comprarem mídias apenas por mediação de uma agência, e é exatamente daí é que vem o "famoso" BV de Agência (sistema de bonificação). Repare que há um conflito de interesses inerente ao próprio conceito de agência. Pense que o modelo de negócio, como o nome já diz, é agenciar, ou seja, o resultado que a propaganda vai gerar não é a atividade-fim da empresa. O verdadeiro negócio é agenciar o maior volume possível de mídia, e com isso o resultado do investimento fica comprometido. Uma tentativa para manter o negócio de agências vivo são as chamadas "agências digitais", que nada mais são do que o mesmo modelo, só que ao invés de agenciar mídia em veículos que pagam comissões diretas, elas agenciam ferramentas e outros serviços que não são necessariamente o melhor para o cliente, deixando claro que elas não criam, apenas executam.



Assessorias: A Assessoria simplesmente tenta tirar esse interesse de conflito, não sendo comissionada pelo veículo, mas sim com um valor de mensalidade menor e mais realista, e com bônus atrelados aos resultados obtidos. Nesse ponto conseguimos ver então que a Assessoria foca em querer dar resultado para o cliente, pois a remuneração dela está pautada nisso, e não no agenciamento. Essa é a relação que muda o jogo. Entendeu?

Vale ressaltar o acréscimo: a execução. A assessoria tem profissionais com o conhecimentos necessários para tomarem decisões assertivas, que gerem valor ao cliente. Suas decisões são pautadas não apenas em um briefing, mas em uma análise e um acompanhamento estratégico do cliente. De fato, existem tarefas de rotina que o cliente tende a executar melhor que a empresa de marketing, como a produção de conteúdo por exemplo, afinal quem seria melhor que o(s) dono(s), para conhecer sobre seu próprio negócio?

Mas também existem outras áreas um pouco mais específicas, as quais o cliente não possui conhecimento para atuar (ou se tivesse, gastaria muito tempo, e dinheiro, para realizar) e então, nesses casos, a assessoria também pode agir como executora.

Funciona como se fosse um departamento de marketing terceirizado, entregando seu know-how para auxiliar na tomada de decisão, e, ao mesmo tempo, executar parte do operacional estratégico definido.


Depois dessa explicação, é claro que nós da Onegate acreditamos no modelo de Assessoria de Marketing, e além disso, podemos profissionalizar o seu negócio e torná-lo cada vez mais rentável.


Entre em contato com a gente para contar um pouco mais sobre seu business, e certamente vamos conseguir fornecer um excelente direcionamento.


Te aguardamos!