CO-MARKETING: O poder da parceria

Inovar é sempre uma excelente alternativa, especialmente quando o assunto é profissional. O marketing traz consigo inúmeras soluções buscando o desenvolvimento da sua empresa, visto isso, o que você sabe sobre Co-marketing?

Basicamente, de acordo com o significado da expressão, é uma espécie de compartilhamento de marketing. Em outras palavras e de maneira resumida, se define pela união entre duas organizações que buscam o mesmo objetivo e tem a mesma audiência. Em suma, essas organizações alinham suas visões e objetivos para que consigam compor, juntas, uma parceria impactante que não poderiam ter se o fizessem sozinhas. Seguindo essa linha de raciocínio, o foco do co-marketing é aumentar as vendas das empresas, fazendo com que atuem em conjunto e com propostas contingentes, invalidando a ideia de serem concorrentes diretos.

De maneira ilustrativa, vamos mostrar empresas que ofereciam produtos distintos, mas que obtiveram resultados interessantes com o co-marketing.



VANISH BANCA SEU LOOK

Um bom exemplo foi a campanha realizada pela Vanish com a Riachuelo. O que elas têm em comum? São segmentações diferentes, mas que, juntas, são capazes de atrair novos clientes. Pensando nisso, em parceria, apresentaram a campanha “Vanish banca seu look”, basicamente, o intuito era que o consumidor que comprava o produto da Vanish, conseguisse créditos e pudesse trocá-los por descontos em produtos da Riachuelo. Assim, além de recuperar suas roupas machadas, o cliente também poderia renovar seu guarda-roupas. Isso é co-marketing!

Outro exemplo claro de co-marketing foi a Mc Donalds, empresa focada no ramo alimentício, muito famosa por seu cardápio diverso, fez uma parceria com a M&M’s, adicionando os chocolates da fabricante em seus sorvetes.

Por seu grande poder de alcance, os seus concorrentes não precisam, necessariamente, serem considerados adversários. Se o impacto que, juntos, são capazes de proporcionar ao público e aos negócios for positivo, a ação conjunta se torna válida e atrativa. Um aspecto positivo e relacionado aos benefícios trazidos por essa estratégia de marketing é o reconhecimento por parte do público, afinal, a maneira mais rápida de ser reconhecido é estando na companhia de empresas relevantes na sua segmentação. Logo, o fortalecimento das marcas é simultâneo!


CUSTO-BENEFÍCIO

Se você pensa que os custos para realizar essa parceria são altos, mudemos esse conceito agora! Ao contrário do que muitos podem pensar, o co-marketing é uma das melhores alternativas para diminuir gastos, visto que o conteúdo elaborado é dividido entre as organizações, possibilitando que a mão de obra interna se responsabilize por determinadas partes da campanha. Ponto para o co-marketing! Além disso, outra vantagem de optar pelo co-marketing é dividir o trabalho com a empresa parceira, separando as funções para que seja um trabalho justo, bem equilibrado e positivo para ambos.


POR ONDE COMEÇAR?

Agora que você já conhece o conceito e os maiores benefícios dessa estratégia, deve estar se perguntando: por onde devo começar a colocar em prática? É importante ressaltar que os resultados só podem ser visualizados quando o processo é feito de maneira consciente e assertiva.

Quando pensamos em construir uma parceria, a primeira pergunta deve ser: com quem? Essa pergunta deve ser respondida com bases nos seus interesses enquanto empresa, bem como alinhá-los a organizações que tenham o mesmo objetivo. Para isso, alguns pontos devem ser considerados, sendo eles:

  • O intuito do co-marketing é atrair novas pessoas através de uma colaboração, portanto, o seu parceiro ideal precisa ter uma audiência significativa;

  • Qual o nível de conhecimento dessa empresa sobre o mercado? Como eles trabalham? O seu conteúdo é aprovado por seu público-alvo?

  • Leve em conta um produto ou serviço que sejam adicionais ao seu. Ainda que não seja a mesma segmentação, precisam estar interligados de alguma forma. Sendo assim, um concorrente direto pode não ser a melhor alternativa

Esses pontos servem para direcionar sua pesquisa pelo colaborador ideal diante dessa estratégia, mas não precisam ser seguidos à risca. Nem todas as empresas atendem os requisitos estabelecidos, contudo, quanto mais, melhor!

Não é justo que seu parceiro faça tudo sozinho, portanto, quando for planejar sua campanha, contate a empresa escolhida e apresente sua proposta. Também é importante frisar que tudo deve ser pensado com antecedência para garantir que a execução seja eficaz. Outro ponto importante sobre o co-marketing é que o seu intuito deve ser proporcionar uma relação em que as duas organizações ganhem com a parceria. Isso quer dizer que a divulgação deve ser recíproca, mantendo o profissionalismo e buscando por bons resultados para ambas as partes.

Conclusivamente, é uma tática muito antiga, porém, muito utilizada e eficaz quando o assunto é promoção e desenvolvimento de serviços.