B2B e B2C: O Que São, Diferenças e Exemplos

Atualizado: 18 de mar.

As siglas B2B e B2C são muito conhecidas e modelos de negócios, mas você realmente entende o que elas significam? Elas possuem diferentes significados, vantagens e aplicações.



O que é B2B e B2C

A sigla B2B significa “Business to Business”, ela se refere a empresas que vendem para empresas. O público-alvo neste caso são executivos, empresários, influenciadores de empresas, fornecedores e outros.

Como os clientes são pessoas jurídicas, eles fazem a compra para renegociar o que foi comprado. As operações podem ser feitas com suprimentos alimentícios, serviços terceirizados, bens de consumo para empresas, softwares e muitos outros.

Já o B2C é a sigla para “Business to Consumer”, ou seja, transações feitas de empresas para consumidores finais. É o modelo mais comum e conhecido no mercado, onde a empresa vende produtos ou serviços diretamente para uma pessoa física.

Ele abrange varejos, alimentação, aplicativos e muitos outros. Ele é voltado para as massas e busca atender as necessidades básicas do seu público.


Diferença entre B2B e B2C

Com todas as informações e definições dos conceitos, é possível entender a diferença entre os dois, que é caracterizada principalmente pelo público-alvo a que se destina o modelo de negócios.

O B2B se volta para transações feitas entre empresas, e o B2C é voltado da empresa para o consumidor. Além da diferença do público-alvo, eles diferem nas estratégias de marketing e modelos de vendas usados para alcançar seus consumidores.

Mas só isso não explica todas as diferenças das estratégias entre esses modelos de negócio. Podemos identificar distinções no tempo de relacionamento, critérios de decisão, canais de comunicação, tempo de venda e pessoas envolvidas no processo de compra.

Os canais de comunicação usados geralmente são semelhantes, mas diferem nos meios de uso. Eles são blogs, redes sociais e e-mails marketing, mas no B2B a produção de conteúdos é feita de forma mais segmentada, enquanto no B2C os conteúdos são feitos para massa e focados no relacionamento.

Os critérios de decisão também são uma diferença importante de se destacar, já que no modelo entre empresas a negociação é sempre baseada na razão, enquanto no modelo para consumidores finais a compra geralmente é feita pela emoção.

O tempo de relacionamento, negociação e pessoas envolvidas no processo de compra do B2B diferem do B2C que estamos habituados. No B2B o tempo de relacionamento e negociação são mais longos e existem muito mais pessoas envolvidas no processo de compra.

O B2C é um modelo mais caracterizado pelo imediatismo da compra, relacionamento entre empresa e cliente, além das recomendações, também chamadas de marketing boca a boca.

O B2B possui alguns elementos principais também como dados necessários para a produção de conteúdo, os tomadores de decisão são as personas e a vida útil dos produtos ou serviços são importantes.


Exemplos de B2B e B2C

Passando dos conceitos e das diferenças fica muito mais simples entender os exemplos da melhor forma.

As vendas B2B são feitas com destino de consumo, transformação e revenda. Por exemplo, um fornecedor que vende peças para uma indústria, que vende os seus produtos para uma loja, que os revende para o consumidor final.

O processo de venda nesse caso também é um pouco diferente, ele é mais segmentado e voltado para atender as necessidades apresentadas pelos tomadores de decisão. Deve ser algo que atenda ao cliente por muito tempo ou possua uma vida útil longa.

Um exemplo prático desse modelo é a empresa VR alimentação, que fornece soluções em benefícios para colaboradores.

Já o B2C é encontrado em basicamente todas as lojas e estabelecimentos que visitamos diariamente. Seu modelo é focado em varejo, atacado e prestação de serviços.

Seus processos de venda são voltados na atração da massa e recomendação de clientes. Além do menor tempo de decisão possível por parte do cliente. Um exemplo que pode ser mencionado são marcas e empresas como Schutz e Corello.


Vantagens da aplicação

Aplicando o B2B é possível gerar vendas em grande volume com mais frequência, estabelece um relacionamento a longo prazo com o seu cliente, o ciclo de venda é bem determinado e possui um bom ticket médio.

Já as vantagens encontradas no B2C envolvem um processo de venda mais simples, compras movidas pela emoção, grande frequência de aplicação e um mercado muito mais amplo.


Conclusão

Agora você definitivamente está por dentro de quase tudo que envolve o B2B e o B2C no mundo dos negócios e no mundo do marketing. A produção de conteúdo para um público específico nesses modelos é muito importante, pois é o que vai chamar a atenção dos clientes.